Pesquisar este blog

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

No teu quarto


Estou na tua cama
encostada no teu travesseiro
esperando pela tua vontade
esperando alguém dormir
pra poder te dar um beijo

O som da TV não me incomoda
mas desligue-a agora
só quero ouvir tua voz
quero ouvir tua respiração ofegante
dizendo que me ama e que essa é a hora

Vem pra baixo do cobertor
vou te fazer a pessoa mais feliz do planeta
apaga a luz e vem brincar de amor
minha mão já está suando
não me faça desfeita

Não tema
nessa escuridão não dá nem pra ver teu medo
imagino teus olhos, olhando dentro dos meus
feche-os, venha mais perto de mim
se isso for errado, eu não temo

Se tudo que faço é pensando em ti
por que deveria temer?
O errado não intimida minha vontade
essa sede impulsiona pro teu lado
é a mesma fome de querer te morder

Levante-se que já vou partir
já é tarde, tenho que ir embora
a partir de hoje teu segredo é meu segredo
sou o padre da sua confissão
sou seu diário agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário