Pesquisar este blog

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Maldita indecisão que te consome



De que adianta negar o coração?
De que adianta querer dar um beijo
e dizer um não
de que te adianta?

É o teu olhar,
O teu jeito de falar e sorrir
que me faz pensar
é um momento oportuno, nao vou largar

O sentimento deixou de ser suave
preso dentro de ti
pra mais ninguém se abre
inclusive pra mim

E não adianta dizer
que ta tentando esquecer de vez
porque quando foi assim, a gente quis
quando a gente para, a gente já fez

Pra que prender essa vontade?
Diz-me o motivo
pra evitar o desejo e ser do seu jeito
demorou pra estar contigo

Pra que iludir outra pessoa
se no fundo, sempre penso em ti
não adianta negar o pensamento
pois sempre volta e pára ali

Essa tua positividade irônica,
em saber me causa estresse
que pro seu coração não dá ouvidos
ao seu coração não obedece

Entenda que nem todo mundo é igual
que ninguém pensa como ninguém
que nem todos vêem isso como um mal
eles só querem falar de alguém


Se entenderes o que teu pensamento diz
me diz
Se entenderes o que teu coração diz,
foi o que eu fiz

Basta querer
me diz
que eu sei fazer
do jeitinho que você sempre quis

Pára de teimosia
dê fatos aos fatos
pra ser motivo da minha alegria
não preciso dos falsos atos

Pondo o negativo de costas,
se foi só uma aventura...
Por que não se aventurar mais?
Ta virando tortura

Alguém sempre vai embora
alguns nem tendem a chegar
outros quando se vão, chora
mas todos tendem a magoar

Quem espera sempre alcança
mas também quem espera demais
de algum jeito sempre cansa
então me diz... Já vais?

Nenhum comentário:

Postar um comentário