Pesquisar este blog

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Flores suas não quero mais



Já esqueci a idéia
de que você vai me trazer flores
no meu próprio jardim plantei as minhas
nasceu planta, nasceu também amores

Me sentindo forte e
já sem sua dependência
me sinto segura de novo
de onde tinha tirado tanta paciência?

Durante todo o tempo
a falsidade que nas entrelinhas permanecia
mentiras de atos não tão singelos
sorrisos forjados, acontecia

A traição que ficou já pra trás
nunca vai tirar a dúvida que tenho
se valeu a pena esse tempo feliz
pra depois chorar tanto em receio

Em pequenos detalhes
se nota de que você não é feito de pedra
mas também não é de açúcar, dei a volta
e o arrependimento em mim não se apega

Te amei demais pra pouca compreensão
gostaria que fosse diferente, mas você não permitiu
tenta entender que te dei meu coração
mas quero ele de volta, porque você o partiu

Nenhum comentário:

Postar um comentário