Pesquisar este blog

sábado, 12 de junho de 2010

Obrigada por existir!

Obrigada por ter seguido comigo
Obrigada por toda verdade
por me abraçar e os sorrisos,
obrigada pela sinceridade

Obrigada por brigar comigo
Por estar presente nos meus ataques
e permanecer quando não os tenho
Obrigada pelos minutos e horas... E pelos baques

Obrigada por ser insuportável quando é preciso
por me fazer amar
Por ser sensível e agradável
Obrigada por me fazer chorar

Obrigada por me perdoar
Por cuidar de mim
ou por pedir perdão e ser perdoado
por não ter guardado os momentos ruins

Obrigada pelo ódio
pela calma e pelo amor
obrigada pela intensidade e a impaciência
obrigada pela alegria e pela dor

Obrigada pelos detalhes
pelas brincadeiras e pelo encanto
pelo desejo e pela posse
obrigada por ser meu recanto

Obrigada pelos melhores momentos da minha vida
Por me fazer admitir, dividir, cumprir
por fazer da vida uma maravilha ou um lixo
Obrigada por existir!

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Quando você ama alguém

Se você não vai
não desvie minha atenção
deixa eu te amar em paz
se for impossível, abra uma exceção

Eu mudei por você
e você quer se mudar de mim
Se é esse seu medo
não tenho a pretensão de sumir

Do teu lado vou estar
mas teu jeito certamente vai me impedir
Mil vezes já tentei te conquistar
e todo dia vou conseguir

Não desisto do amor
eu não nego
vou até o fim, eu sou assim
quando eu amo, me entrego

Aprecie minha dedicação
ainda há tempo pra perceber
que demência maior seria deixar escapar
e aceitar viver sem ter você

Só estou tentando disfarçar a magoa,
não me importo em parecer tolo
só estou tentando dizer que te amo
porque cansei do seu consolo

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Recicle seu coração

Não desperdice água
não chore em vão

Lugar de lixo?
jogue fora qualquer tipo de frustração

Economize energia...
não corra atrás sem motivação

Reaproveite...
use lembranças para uma nova ação

Tenha um mundo melhor
e seja saudável do coração

E o passado sujo e contaminado...
apenas mais uma recordação.

sábado, 5 de junho de 2010

Gato & Sapato

Quer me fazer de gato e sapato
e mesmo assim eu não ligo
vai embora quando bem entende
e me deixa de coração partido

E os pedaços do coração
ainda continuam te amando
porque o que é fácil não me agrada
vem, continua me maltratando

Porque eu sei que no fundo
você me quer mais do que eu te quero
fico queimando de raiva
mas mesmo assim eu te espero

Cai nos meus braços
que eu te aperto até esmagar
faço carinho de leve
eu não deixo de te amar

É assim que eu te amo
te xingando por amor
te fazendo sorrir e chorar
na alegria e na dor

Carbonizado amor

Escrevi com tinta sangue
a caneta preta carbonizada
simples de acender como fogo
mais quente que água gelada

Esse amor é fogo mesmo.

Preparei com calor
essa queima de angustia
pra liberar não só carbono,
mas a minha dúvida

Te aqueci e te soltei na fumaça
qualquer um por ti pode se asfixiar agora
sorte daquele que possui máscara
sorte daquele que a ignora

Aprenda a queimar fracassos.