Pesquisar este blog

terça-feira, 20 de julho de 2010

Sorria




Que dia estupendo,
estupiendo;estupião
de caras engraçadas,
gritos acanhados de caráter muito louco.
Cheio de felizes,
filetes do Sol que o frio não para.
Roda roda vira,
cantam aqui
e dançam e riem
como num outro mundo.
Do nada, de mim,
até de ti que imaginam,
que piada é a vida
cai e morri de rir.
Me machuquei e tirei sarro
você ri,olhei pra ti e ri também.
Da orelha até a nuca
até que o mundo se acabe sorri,
sorrindo, morrendo de ri.

Nenhum comentário:

Postar um comentário