Pesquisar este blog

sábado, 17 de abril de 2010

Um anjinho armado



Ela é a certinha
que segue princípios errados
É a diabinha
que na porta do céu deixou o recado

o anjinho armado
que gosta do escondido e do bom
mas o mal é seu aliado
e pra isso tem o dom

de te absorver o fogo
transparecer sua maldade
mas só segue seu jogo
e te deixa na vontade

arrisca ser fiel e domável
mas joga tudo pro alto quando vê uma distração
no fundo é só mais uma miserável
que se rende a rebelião

faz do passatempo e do dia nublado
o melhor dia de sua vida
não liga pro passado
porque esquece tudo com a bebida

que atiça dentro de ti o que não cobre
de amor pode esquecer
sua satisfação a encobre
ela é o que gosta de ser

mas no seu interior habita o sofrimento
que só quer esconder a grande ferida
e pra isso sente necessidade de esquecer o sentimento
pra não pensar em ser uma homicida

pra não se dar por vencida
tenta, mas não consegue se localizar
se sente só, se sente perdida
ela só quer o coração descansar

Nenhum comentário:

Postar um comentário