Pesquisar este blog

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Lembranças

O amor sincero daquele momento
de boemia festa colorida
puro,feliz
feliz o amor;

sem preocupação de alheios,
sendo o que somos,
verdadeiros,sem anseios
Crianças brincando de amar ;

correndo sem pensar
gritando para todos:
estou aqui!Me abracem,
me chameguem,
me erga até o forro
me torne o seu conforto,

que não terá fim naquele instante
e eterno nas lembranças
de quem soube viver.

a quem plante o que ira colher
se sua vida esta uma merda é culpa sua
não plante merda

Nenhum comentário:

Postar um comentário