Pesquisar este blog

sábado, 4 de setembro de 2010

Amor impossível


Traços inocentes,
olhos indecentes
o que vejo é que nada vejo,
te olhar não me faz te amar.
Tenho amores e excitações,
entre dois seres perfeitos
que me cegam o coração.
Sinto suas palavras
e não sinto seu corpo.
mais em troca
tenho o meu êxtase.
Não poder te abraçar
e sentir o seu calor
perder todo seu carinho,
ficar mais uma vez sozinho;
e jogado ,e calado,
para o mundo
e para a música mais temerosa;
De amor!!
um amor maior que já senti.
Só queria ter você
Só pra mim e nada mais.
E te perder
quando nunca te tive.

Nenhum comentário:

Postar um comentário